Sociedade

Judiciária detém alegado raptor de empresário na ilha Terceira

Judiciária detém alegado raptor de empresário na ilha Terceira

 

Lusa/AO online   Regional   28 de Ago de 2008, 16:05

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de um homem, na ilha Terceira, por ter alegadamente raptado um empresário local, a quem exigiu uma "elevada quantia" como resgate.
Segundo a PJ, que contou com a colaboração da PSP nesta detenção, a vítima, de 62 anos, foi "violentamente agredida" antes de ser libertada.

    "Face à impossibilidade prática da exigência ser satisfeita, o autor do crime veio a libertá-lo, ferido, num local ermo da ilha Terceira", nos Açores, revelou a PJ em comunicado.

    O alegado autor do rapto, um repatriado de 31 anos, já foi presente a Tribunal, tendo-lhe sido aplicado como medida de coação a prisão preventiva, explicou a polícia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.