Itália envia mais soldados para o Afeganistão em 2010


 

Lusa / AO online   Internacional   3 de Dez de 2009, 10:30

A Itália vai enviar mais 500 a 1 500 soldados para o Afeganistão, em 2010, para apoiar a nova estratégia norte-americana no país, afirmou fonte do Ministério da Defesa à Agência France Presse (AFP).
"Estamos ainda a trabalhar nos números, que podem ir de 500 a 1 500. Mil é um número médio, relativamente próximo do que será o definitivo", adiantou um representante do Ministério.

Em entrevista ao diário Corriere della Sera, o ministro da Defesa italiano, Ignazio La Russa, garantiu que o envio de 1 500 soldados suplementares é uma mera "hipótese".

"É um número máximo que, de qualquer forma, não atingiremos", frisou.

"Nos seis primeiros meses do ano, o reforço do contingente militar italiano será pouco significativo. Digamos, que grande parte do reforço chegará [ao Afeganistão] na segunda metade do ano", referiu o ministro.

A Itália tem 2 800 soldados destacados no Afeganistão.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.