Israel levanta algumas restrições nos territórios palestinianos


 

Lusa/AO online   Internacional   26 de Set de 2013, 15:24

Israel decidiu levantar algumas restrições nos territórios palestinianos, designadamente ao nível de licenças de trabalho, anunciou na quarta-feira o ministro israelita das Relações Internacionais, à margem da assembleia geral das Nações Unidas (ONU).

Em declarações a jornalistas, Yuval Steinitz, citado pela agência AFP, precisou que Telavive emitiu 5.000 novas licenças de trabalho para palestinianos trabalharem em Israel, autorizou a importação por Gaza de materiais de construção, tendo ainda alargado o horário de abertura da ponte Allenby, ponto de passagem fronteiriça entre a Cisjordânia e a Jordânia.

“É do nosso interesse uma economia palestiniana forte, viável e próspera. Um melhor clima económico pode ajudar a criar um melhor clima político”, justificou o ministro, ao anunciar as medidas decididas por Israel, que ocorrem em plenas negociações de paz entre israelitas e palestinianos.

Steinitz, que falava a jornalistas precisamente depois de ter tido lugar uma reunião na ONU de um comité de acompanhamento da economia dos territórios palestinianos, reforçou que “uma economia palestiniana forte é boa para Israel”, para a economia israelita e para a “atmosfera geral”.

O ministro das Finanças palestiniano, Shukri Bishara, já comentou que ficou “verdadeiramente encorajado com algumas das iniciativas” anunciadas por Israel na reunião de quarta-feira, considerando “uma ajuda imensa” a ampliação da lista de importações permitidas para Gaza, e congratulando-se também com a extensão do horário de abertura da ponte Allenby, junto à cidade de Jericó, que o próprio tem de atravessar todas as semanas, assinalou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.