Rússia

Incêndio no casco de submarino nuclear em manutenção


 

Lusa/AO online   Internacional   29 de Dez de 2011, 16:27

O casco exterior de um submarino nuclear russo em manutenção em Murmansk, noroeste da Rússia, incendiou-se hoje, em circunstâncias ainda por esclarecer, mas sem consequências para os reactores do navio e sem provocar vítimas.
"Os andaimes em madeira que rodeavam o submarino, que se encontrava em doca seca para trabalhos de manutenção, incendiaram-se e o fogo alastrou ao casco do submarino. Não há qualquer perigo para os meios técnicos a bordo", anunciou um porta-voz da marinha russa, Vadim Serga, citado pela agência Interfax.

O Ministério russo das Situações de Emergência precisou, também citado pela Interfax, que o submarino em causa é o Ekaterinburg, em serviço desde 1985, e que nenhuma fuga de radioactividade foi registada, uma vez que os reactores nucleares do navio tinham sido desligados antes dos trabalhos de manutenção.

As autoridades russas não avançaram outras informações sobre as circunstâncias do incidente, que ocorreu na base naval de Severomorsk, uma das principais instalações da marinha russa.

A marinha russa tem enfrentado em anos recentes vários acidentes com submarinos nucleares, que têm levantado questões sobre a segurança dessas unidades navais.

Em 2000, o Kursk, o porta-estandarte da frota russa de submarinos nucleares, sofreu um incêndio e explodiu enquanto se encontrava submerso no mar de Barents provocando a morte aos 118 tripulantes.

Em 2008, o disparo não programado do sistema de supressão de incêndios a bordo provocou a morte de 20 tripulantes do Nerpa, quando navegava no Pacífico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.