Cultura

Inaugurada há um ano, a maior livraria do país fecha as portas

 Inaugurada há um ano, a maior livraria do país fecha as portas

 

Lusa/AOonline   Economia   20 de Nov de 2008, 10:16

A Livraria Byblos, a maior do país, inaugurada há um ano em Lisboa, encontra-se esta quinta-feira encerrada sem qualquer justificação aos clientes que se dirigirem às suas instalações, nas Amoreiras.
Aquela que foi "a primeira livraria inteligente", num investimento de quatro milhões de euros realizado pelo empresário Américo Areal, encontra-se hoje de portas fechadas e está a decorrer no interior uma reunião com os trabalhadores.

    Fonte da empresa disse à Agência Lusa que os funcionários foram hoje informados do encerramento.

    A Livraria Byblos, localizada num edifício nas Amoreiras, disponibilizava 150 mil títulos numa área de 3.300 metros quadrados, dispondo de um sofisticado sistema de identificação por radiofrequência, que o empresário chegou a destacar como "único no mundo".

    Antes da inauguração, em Dezembro de 2007, Américo Areal, antigo dono das edições Asa, declarou que esperava facturar anualmente 10 milhões de euros e abrir mais três livrarias, no Porto, em Braga e em Faro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.