Gulbenkian dedica este sábado à importância das histórias com filmes e debates

Gulbenkian dedica este sábado à importância das histórias com filmes e debates

 

AO Online/ Lusa   Cultura e Social   26 de Out de 2019, 12:14

Vários espaços da Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, vão ser hoje palco de debates, leituras e cinema, com entrada gratuita, para sublinhar a importância das histórias ao longo da vida.

A partir das 12:00, escritores, realizadores, médicos, jornalistas e ensaístas vão passar por vários espaços da fundação para participar em debates e contar histórias do cinema, da física, da filosofia e dos livros, de acordo com a programação.

A iniciativa, que decorre até às 00:00, intitula-se "O Fascínio das Histórias", e é comissariada por Nuno Artur Silva.

“O Fascínio das Histórias” conta com convidados como o pediatra Mário Cordeiro, que falará sobre as histórias que se contam na infância, para adormecer, ou o escritor argentino Alberto Manguel, que abordará "a biblioteca contemporânea, e se os livros e a literatura conseguirão sobreviver num mundo hipertecnológico".

Pedro Mexia, João Lopes, Joaquim Sapinho, António Castro Caeiro, Cândida Pinto, Miguel Gonçalves Mendes, José Neves, Nuno Galopim, Hélia Correia, Edgar Pêra, Filipe Homem Fonseca, Paulo Pena, João Magueijo, entre outros convidados, falarão sobre histórias no cinema, na filosofia, na literatura, na física e nas narrativas futuras.

O grande auditório da Fundação Gulbenkian irá ser transformado numa sala de cinema onde, pela tarde e noite dentro, serão exibidos, entre outros, o último episódio da "Guerra dos Tronos", produzida pela HBO, ou o primeiro episódio da série "Years and Years", também da HBO.

Serão também exibidos "Fahrenheit 451", de François Truffaut (1966), "Blade Runner", de Ridley Scott (1982), "Blade Runner 2049", de Denis Villeneuve (2017) e o documentário "O Fascínio das Histórias", de Nuno Artur Silva, realizado este ano por António Botelho, coproduzido pela RTP e pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Os vários espaços de debate estarão divididos por “Sala das Ideias”, “Sala dos Filmes”, “Sala dos Lugares Imaginários e das Viagens no Tempo”, “Sala da Literatura”, “Sala das Biografias, do Jornalismo e da História”, e “Sala das Séries, dos Novos Media e das Narrativas Futuras”.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.