Guardas prisionais prometem ser "parceiro estratégico" do Governo


 

Lusa / AO online   Nacional   8 de Fev de 2010, 17:22

A nova direcção do Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional (SNCGP) garantiu esta segunda-feira que será "parceiro estratégico" do Governo para resolução de problemas no sector e elegeu o novo estatuto de carreiras como o seu principal desafio.
No acto de posse para o terceiro mandato consecutivo à frente do sindicato, Jorge Alves teceu críticas à anterior directora geral dos Serviços Prisionais, Clara Albino, e prometeu ser um "parceiro estratégico na solução dos problemas" relativamente ao actual responsável.

Jorge Alves acusou Clara Albino de "falta de diálogo", motivo que levou os guardas prisionais a fazerem duas greves.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.