Açoriano Oriental
Covid-19
Governo da Madeira testa docentes e funcionários e dá máscaras a alunos

O Governo Regional da Madeira vai realizar a partir de quarta-feira testes à covid-19 com todos os docentes e funcionários das escolas, antes do início do ano escolar, e facultar duas máscaras para uso dos alunos.

Governo da Madeira testa docentes e funcionários e dá máscaras a alunos

Autor: Lusa/AO Online

“No âmbito das medidas de preparação e funcionamento do ano letivo 2020/2021, o Governo Regional decidiu acolher as recomendações das autoridades internacionais, nacionais e regionais de Saúde, no âmbito da prevenção da covid-19”, refere uma nota distribuída pela Secretaria Regional da Educação.

A tutela informa que está incluído nas medidas válidas para a rede de estabelecimentos de ensino público e privado o teste para a covid-19, a partir de quarta-feira (02 de setembro), para os docentes e os demais funcionários das escolas de 1.º ciclo da região.

Esta ação vai ser “coordenada diretamente pela Secretaria Regional de Educação, em colaboração com o Instituto de Administração da Saúde”, acrescenta.

Dois dias depois, na sexta-feira, a medida vai abranger os professores e funcionários das escolas do 2.º e 3.º ciclos e do secundário, envolvendo também os órgãos executivos das escolas.

A secretaria destaca que os docentes e funcionários que tenham viajado para o exterior da Madeira e realizado o teste PCR, mesmo tendo resultado negativo para a covid-19, “terão de realizar um segundo teste, entre o 5.º e o 7.º dia após o primeiro”.

“Os docentes ou demais funcionários que se encontrem nessa condição terão de informar os órgãos de gestão das suas escolas, a fim de ser organizado o agendamento do teste”, indica o governo madeirense.

“Por razões de ordem logística” estes testes serão efetuados na Escola Dr. Horácio Bento de Gouveia, no Funchal.

O executivo refere também que “todos os alunos matriculados nas escolas da região receberão duas máscaras reutilizáveis, para uso de acordo com as recomendações das autoridades de Saúde”, acrescentando que este equipamento tem “desenho e construção adequados” que respeitam as normas oficiais.

Aos alunos vão igualmente ser distribuídos planos de funcionamento e de contingência dos estabelecimentos de ensino que frequentem.

O governo salienta que estas medidas “têm um caráter adicional às demais constantes dos planos de funcionamento e de contingência das escolas da região”.

A sua adoção, sublinha, visa ser “um contributo para a tranquilidade no arranque e funcionamento do ano letivo 2020/21, no qual, mais do que nunca, se impõem, por parte das comunidades educativas, das famílias e dos alunos, comportamentos de respeito escrupuloso pelas normas e recomendações adotadas, meio mais apropriado para se garantir um combate eficaz à covid-19”.

O ano letivo 2020/21 começa na Madeira entre os dias 07 e 11 para o ensino básico e entre 14 e 17 para o secundário.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.