Funcionária que desviou dinheiro de escola em Ponta Delgada condenada a oito anos de prisão

Funcionária que desviou dinheiro de escola em Ponta Delgada condenada a oito anos de prisão

 

Lusa/AO Online   Regional   11 de Abr de 2019, 13:22

O Tribunal Judicial de Ponta Delgada, condenou esta quinta-feira a oito anos de prisão uma tesoureira de uma escola secundária por ter desviado 352 mil euros das contas do estabelecimento de ensino durante oito anos.

A arguida fica também impedida do exercício de funções públicas durante quatro anos.

Durante o julgamento, a funcionária confessou o desvio da verba, alegando dificuldades no pagamento de dívidas bancárias que tinha contraído, e referiu que começou por desviar os montantes em 2010.

No período em que ocorreu o desvio de dinheiro a escola não detetou as irregularidades.

Neste caso, os dois filhos da antiga tesoureira da escola secundária, localizada em Ponta Delgada, estavam também acusados do crime de recetação, tal como o marido da arguida.

Hoje, um dos filhos da arguida foi absolvido, enquanto o outro foi condenado ao pagamento de uma multa de 1.800 euros pelo crime de recetação.

O marido da antiga tesoureira da escola foi também condenado a quatro anos e seis meses de pena suspena pelo crime de recetação.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.