Função Pública

Frente Sindical quer aumento salarial de 2,5% em 2010


 

Lusa / AO online   Economia   17 de Nov de 2009, 10:46

A Frente Sindical, que junta sindicatos da Função Pública, apresentou esta terça-feira uma proposta de aumento salarial para 2010 de 2,5 por cento.
Bettencourt Picanço, representante do Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado, afirmou que esta é a proposta de aumento salarial mais baixa "para chegar a um entendimento com o Governo".

Em conferência de imprensa, o dirigente sindical disse também acreditar que "o Governo vai negociar porque, à partida, o valor apresentado é realista".

Bettencourt Picanço afirmou não compreender porque é que o "Governo pretende poupar nos salários quando depois gasta em contratos de outsourcing, mais caros, sem concurso público".

O valor da proposta de aumento salarial da Frente Sindical foi hoje apresentado aos jornalistas, apesar de ainda não existir uma reunião agendada para a discussão das propostas entre os sindicatos e o Governo.

A Frente Sindical é constituída pelas seguintes entidades: STE - Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado; SNPL - Sindicato Nacional dos Professores Licenciados; STI - Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos; SE - Sindicato dos Enfermeiros; SPP - Sindicatos dos Profissionais de Polícia e SIPE - Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.