Federação das Pescas "carregadíssima de razão" sobre atum-voador, diz Vasco Cordeiro

Federação das Pescas "carregadíssima de razão" sobre atum-voador, diz Vasco Cordeiro

 

Lusa/AO Online   Regional   27 de Jun de 2019, 10:18

O presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, considerou esta quinta-feira que a Federação das Pescas da região está "carregadíssima de razão" sobre os valores da quota de atum-voador, pedindo também o governante esclarecimentos sobre o tema.

"O Governo dos Açores, há cerca de duas semanas, está a inquirir o Governo da República no sentido de esclarecer essa diferença de números. A Federação das Pescas está carregadíssima de razão e, juntando a sua voz à voz do Governo, naturalmente, tem ainda mais força", declarou o chefe do Governo dos Açores, falando aos jornalistas à margem de uma visita à lota do porto da Horta, na ilha do Faial.

A Federação das Pescas dos Açores tinha pedido que a Secretaria de Estado das Pescas explique como já foram atingidos 80% da quota de atum-voador, se os dados das descargas nos Açores e na Madeira indicam apenas 63%.

Este, diz Vasco Cordeiro, é um "assunto que tem de ser esclarecido", porque a região "não pode ter uma determinada quantidade de quota para orientar a vida dos pescadores e, a meio do jogo, ser surpreendida com números completamente diferentes".

Em causa está a quota nacional de 1.994 toneladas de atum voador, tendo agora a Direção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos comunicado que tinham sido capturadas cerca de 80%, quando, nos dados regionais, as capturas dos Açores e da Madeira se situam em cerca de 63% dessa quota.

A Lusa tentou obter uma reação do Ministério do Mar a esta matéria, mas até ao momento não foi possível.

Na visita desta manhã à lota, parte do segundo de três dias de agenda do executivo dos Açores numa visita de trabalho ao Faial, Vasco Cordeiro salientou que estão em curso ou vão arrancar em breve investimentos de cerca de oito milhões de euros na remodelação de várias lotas e entrepostos frigoríficos da região.

"Hoje mesmo foi publicado o anúncio para o concurso público da empreitada de requalificação do Entreposto Frigorífico da Horta, num investimento de cerca de 4,5 milhões de euros”, declarou Vasco Cordeiro, acrescentando que está a decorrer também a requalificação e ampliação do Entreposto Frigorífico das Velas e vão arrancar as obras no entreposto das Lajes das Flores.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.