Liga Portuguesa

FC Porto vence e sobe ao quinto lugar

FC Porto vence e sobe ao quinto lugar

 

LUSA/AO   Futebol   1 de Dez de 2008, 18:24

Um golo de Raul Meireles, aos 49 minutos, permitiu FC Porto arrancar vitória sofrida sobre a Académica por 2-1
Um golo de Raul Meireles, aos 49 minutos, permitiu FC Porto arrancar vitória sofrida sobre a Académica por 2-1, num encontro no qual desperdiçou uma grande penalidade e jogou com mais um elemento durante a maioria da segunda parte.
A exibição descolorida do FC Porto, coroada, ainda assim, com os golos de Cristian Rodriguez, aos 24 minutos, e Raul Meireles, apenas não teve um final infeliz para os “azuis-e-brancos”, já que a Académica demonstrou poucos argumentos para conseguir outro resultado, apesar de ter empatado o jogo, aos 35, por intermédio de Cris.
Sougou, que foi expulso por uma entrada dura sobre Fernando, aos 62 minutos, complicou a estratégia de Domingos Paciência que, desta forma, soma apenas um ponto fora de casa (0-0, na Trofa) e mantém-se nos últimos lugares, com apenas nove pontos, a dois da zona de despromoção.
Os “dragões” passam a somar 17 pontos e, com menos um jogo, igualam o Nacional da Madeira, na quinta posição.
Sem Pedro Emanuel, lesionado, mas já com Lucho Gonzalez, que tinha falhado por castigo o jogo na Turquia, Jesualdo Ferreira voltou a chamar Helton para a baliza, logo atrás de uma defesa com Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Fucile, este de regresso ao lado esquerdo.
No meio-campo surgiram Fernando, Raul Meireles e Lucho, ficando o ataque a cargo de Lisandro Lopez, Cristian Rodriguez e Hulk.
Do lado da Académica, Domingos Paciência apostou num 4x1x3x2, com Sougou e Garcês mais na frente, um meio-campo com Miguel Pedro, Diogo Gomes, Cris e Pavlovic, este mais recuado, e uma defesa com Pedrinho, Orlando, Luiz Nunes e Pedro Costa, à frente do guarda-redes Peskovic.
Apostado em manter-se nos lugares cimeiros da tabela classificativa, o FC Porto entrou mandão no jogo e, embora dominasse por completo a posse de bola, sentia muitas dificuldades em atingir a baliza adversária.
Apesar da resistência estudantil, os “azuis-e-brancos” ameaçaram em dois remates sem direcção de Hulk, aos 20 e 22 minutos, momentos após Lisandro Lopez ter caído na área, na sequência de um lance com Orlando.
Sem ideias, o FC Porto teve então de recorrer às bolas paradas para abrir o marcador: Raul Meireles marcou um livre do lado direito e Cristian Rodriguez, de cabeça e perante a passividade dos “estudantes”, atirou para golo – o seu primeiro ao serviço dos “dragões” -, aos 24 minutos.
A Académica, que até então pouco ou nada tinha feito para merecer outro resultado, começou a espreitar o contra-ataque com mais assiduidade e, aos 35 minutos, empatou o jogo: Pedro Costa lançou Miguel Pedro na esquerda e este cruzou para a entrada eficaz de Cris que, com um desvio, desfez os objectivos de Helton.
Já na segunda parte, os “azuis-e-brancos” entraram de novo melhor e, aos 49 minutos, Raul Meireles colocou a sua equipa em vantagem, após Hulk ter cruzado da direita e com eficácia para o interior da área.
Aos 57 minutos, Lucho Gonzalez quase ia conseguindo aumentar, servido superiormente por Lisandro e, aos 60, Jesualdo chamou Tomas Costa para o lugar de Sapunaru, passando Fernando para o lado direito da defesa portista.
Uma entrada mais dura de Sougou sobre Fernando, aos 62 minutos, colocou a Académica a jogar com menos um, mas Domingos não se atemorizou e apostou em Éder e Lito (saíram Garcês e Miguel Pedro) para procurar inverter o resultado.
Mais ofensiva com a entrada destes dois jogadores, a Académica descurou a defesa e quase ia sofrendo novo golo, aos 76 minutos, não fosse a ausência de pontaria de Lisandro, em excelente posição.
Já no período final, aos 83 minutos, foi Lisandro novamente a criar perigo, a passe de Hulk e, aos 86, Lucho desperdiçou uma grande penalidade, ao enviar ao poste direito da baliza de Peskovic.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.