Media

Falso New York Times anuncia o fim da guerra no Iraque


 

Lusa/AOonline   Internacional   13 de Nov de 2008, 11:33

"A guerra no Iraque acabou", "Bush acusado de alta traição", "Aprovação do plano nacional de cobertura médica": um falso New York Times, datado de 4 de Julho 2009, foi distribuído gratuitamente quarta-feira em Nova Iorque.
Publicado por uma miríade de associações contra a guerra, pelos Direitos Humanos, pela protecção do ambiente ou a justiça económica, o jornal de 14 páginas é a réplica exacta do verdadeiro diário, mas com data do dia da próxima festa nacional.

    Na primeira página, uma foto que mostra helicópteros a transportar tropas e equipamentos tendo em fundo um sol brilhante serve para ilustrar a retirada dos soldados norte-americanos estacionados no Iraque.

    Na sua "primeira entrevista depois de ser formalmente acusado de alta traição", o antigo presidente norte-americano George W. Bush declara na emissão televisiva "60 minutes", que se enganou completamente sobre o Iraque. "Ir para lá foi de facto um grande erro", reconhece Bush, anunciando que "vai ele próprio partir à procura de Usama bin Laden", o chefe da rede terrorista Al-Qaida.

    "Tenho 500.000 dólares de dinheiro que é meu e vai servir para pagar recompensas", acrescenta.

    A publicidade do falso diário retoma as fotos de anúncios existentes na imprensa norte-americano, mas os textos são alterados. Assim, a companhia de diamantes De Beers anuncia que "a compra de um diamante (…) ajudará a modelar e conservar uma prótese para um africano cuja mão foi arrancada num dos violentos confrontos pelo controlo do comércio dos diamantes".

    Os cidadãos voluntários que publicaram este jornal passaram os últimos oito anos a sonhar com um mundo melhor para eles mesmos, para os seus amigos ou para a sua descendência", escreve o comité editorial.

    "Hoje, este mundo, embora ainda muito afastado, é finalmente possível, mas apenas se milhões de nós o exigirem e forçarem o governo a fazer o seu trabalho".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.