Açoriano Oriental
Incêndios
Exército ajuda com duas máquinas de rasto em Oleiros

O Exército enviou esta segunda-feira duas máquinas de rasto para Oleiros, onde lavra desde sábado um incêndio florestal, embora já dominado, para ajudarem os operacionais no terreno a abrir caminhos para combater o fogo.

Exército ajuda com duas máquinas de rasto em Oleiros

Autor: Lusa/AO Online

Segundo comunicado do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA), cada camião e respetiva máquina têm “uma tripulação de quatro militares cada” (oito militares), os quais se juntam ao total de 279 elementos da Marinha e do Exército que já estão no território continental para vigiar as zonas florestais e prevenir o risco de fogo.

O EMGFA respondeu assim a um pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

O incêndio estendeu-se a Proença-a-Nova e Sertã e, segundo um primeiro balanço ainda por confirmar, terão ardido cerca de seis mil hectares, anunciou a Proteção Civil.

Já em relação ao efetivo, mantêm-se no terreno 868 operacionais, apoiados por 274 viaturas e dois meios aéreos, sendo que um deles é um avião de monitorização e coordenação para detetar eventuais pontos quentes e monitorizar todo o perímetro do incêndio, e o outro presta apoio ao combate.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.