Açoriano Oriental
Exames/9.º ano: Notas melhoram ligeiramente e alunos de música destacam-se

As notas melhoraram nos exames nacionais do 9.º ano, mas a maioria das escolas voltou a “chumbar”, segundo uma análise da Lusa, que mostra o sucesso académico dos alunos dos conservatórios e escolas de música.

Exames/9.º ano: Notas melhoram ligeiramente e alunos de música destacam-se

Autor: AO Online/ Lusa

No ano passado, os estudantes do 9.º ano realizaram mais de 184 mil exames nacionais a Português e Matemática e a média de todas as provas foi de 3,03 valores (numa escala de zero a cinco), segundo uma análise feita pela Agência Lusa a dados disponibilizados pelo Ministério da Educação.

No entanto, a maioria dos estabelecimentos de ensino “reprova” quando se faz a média das notas nos exames dos alunos internos de cada escola: num universo de 1.242 escolas, 52% tiveram média negativa, contra 47% positivas.

Apesar dos baixos resultados, quando comparado com o ano anterior, regista-se uma ligeira melhoria, já que as escolas com média positiva subiram de 43% para 47%, mantendo assim uma tendência que já se vinha registando nos últimos tempos.

As escolas privadas voltaram a liderar a tabela da Lusa que prioriza apenas os melhores resultados nos exames e, este ano, o primeiro lugar é ocupado pelo Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus, no Porto, seguindo-se o Externato As Descobertas, em Lisboa, e o Colégio Cedros, em Vila Nova de Gaia.

A primeira escola pública volta a surgir em 20.º lugar, à semelhança do que aconteceu no ano passado, mas agora é ocupado pela Escola Artística de Música do Conservatório Nacional, em Lisboa.

Em segundo lugar surge a Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga (40.º lugar do ‘ranking’ geral), e em 3.º a Escola Básica Vasco da Gama, em Lisboa (46.º lugar do ‘ranking’ geral).

Nesta lista destaca-se ainda a Escola Artística do Conservatório de Música do Porto, que aparece em 9.º lugar das públicas e em 73.º lugar do ‘ranking geral’, sendo a escola de música com pior média nacional, mas, mesmo assim, bem posicionada numa tabela de 1.242 estabelecimentos de ensino.

No ranking geral, que junta colégios e escolas públicas, aparecem outras escolas dedicadas ao ensino da música: o 11.º lugar é ocupado pelo Conservatório de Música de Barcelos, o 14.º pertence à Escola de Música de São Teotónio, em Coimbra, e em 23.º surge a Academia de Música de Vilar Paraíso, em Vila Nova de Gaia.

No ano passado, a maioria das escolas voltou a ter média negativa nas provas de Matemática e Português, mas esta é uma realidade que não se aplica aos colégios: Se 59% das escolas públicas “chumbaram”, entre os privados foram apenas 15% das instituições.

No ano passado, a média dos alunos na prova de Matemática voltou a ser negativa, mas houve uma ligeira melhoria (de 2,61 valores para 2,95 valores).

Já a Português, os alunos parecem ter tido mais dificuldades com a prova e a média nacional baixou de 3,39 para 3,12 valores.


 
PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.