Bósnia

Ex-presidente sérvia bósnia Biljana Plavsic libertada


 

Lusa / AO Online   Internacional   27 de Out de 2009, 10:41

A ex-presidente dos sérvios da Bósnia Biljana Plavsic foi libertada esta terça-feira e partiu de avião da Suécia, onde cumpria desde 2003 uma pena por crimes contra a humanidade, anunciaram as autoridades suecas.
 "A senhora Plavsic foi transportada hoje de manhã para (o aeroporto de Estocolmo) Arlanda. Foi conduzida a um avião e a sua detenção na Suécia chegou ao fim no momento em que subiu a bordo e deixou a Suécia", declarou Lars Nylén, director-geral da autoridade sueca do sistema prisional, num comunicado.

Biljana Plavsic, 79 anos, é esperada hoje à tarde em Belgrado, segundo a imprensa sueca e sérvia.

Vice-presidente dos sérvios da Bósnia entre 1992 e 1995, Plavsic tornou-se presidente em 1996 depois da retirada de Radovan Karadzic.

Em Fevereiro de 2003, Plavsic foi condenada a 11 anos de prisão pelo Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Jugoslávia por crimes contra a humanidade.

Plavsic beneficiou entretanto de uma libertação antecipada, depois de cumpridos dois terços da pena, aprovada pelo TPI a 14 de Setembro e confirmada pelo governo sueco a 22 de Outubro. Na semana passada, a ex-presidente foi transferida da prisão para mulheres de Hinseberg para uma prisão do centro de Estocolmo.

Biljana Plavsic reconheceu a sua responsabilidade, enquanto vice-presidente da entidade sérvia da Bósnia (República Srpska) então proclamada unilateralmente, na campanha de perseguições das forças sérvias contra muçulmanos e croatas durante a guerra da Bósnia (1992-1995).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.