Açoriano Oriental
Escolas profissionais dos Açores destacam "fim da concorrência desleal" entre escolas

A Associação de Escolas Profissionais dos Açores (AEPA) congratulou o Governo açoriano pela redução de cursos profissionais nas escolas públicas, mas alertou que "é essencial continuar" essa diminuição "progressiva" para evitar a concorrência desleal entre estabelecimentos de ensino.


Autor: Lusa/AO Online

"A Associação de Escolas Profissionais dos Açores congratula o Governo Regional dos Açores pela tomada de posição que possibilitou a redução de cursos profissionais nas escolas de ensino público, decisão esta que reforçou o número de alunos nas Escolas Profissionais, de direito privado, da região", lê-se num comunicado de imprensa.

Para a direção da AEPA, a aposta na redução de cursos profissionais nas escolas públicas “demonstrou-se acertada e coloca fim a uma concorrência desleal entre escolas públicas e de direito privado”, salientando que era uma medida "há muito reivindicada pelas escolas profissionais, de direito privado, da região”.

A associação destaca ainda "o forte dinamismo das direções" das escolas profissionais e as campanhas para sensibilizar os jovens para a oferta formativa, uma delas designada “A Tua Primeira Escolha” promovida pela Secretaria Regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, o que permitiu "o reforço" de número de formandos nesta modalidade de ensino.

Em julho, o Governo dos Açores anunciou a redução em "mais de 50%" da oferta de cursos profissionais nas escolas públicas da região para evitar a concorrência com as instituições privadas de ensino profissional.

“Reduzimos em mais de 50% a oferta de cursos profissionais no próximo ano nas escolas públicas e essa é uma tendência que vai ser continuada nos próximos anos, também no que respeita à oferta de cursos PROFIJ [Programa Formativo de Inserção de Jovens] nas escolas públicas”, disse, na ocasião, a secretária regional da Juventude, Qualificação Profissional e Emprego, Maria João Carreiro.

Segundo números avançados em 04 de outubro pela Secretaria Regional da Juventude, o número de alunos nas 16 escolas profissionais dos Açores voltou a aumentar pelo segundo ano consecutivo.

Segundo o Governo açoriano (PSD/CDS-PP/PPM), este ano, há 825 jovens a iniciar as aulas nas escolas profissionais da região.

De acordo com a mesma fonte, este número representa “mais 34 [alunos] do que no ano letivo 2022/2023”.


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados