Empresário José Anjos morre vítima de acidente de viação

Empresário José Anjos morre vítima de acidente de viação

 

Arthur Melo   Regional   3 de Out de 2013, 00:20

O empresário de restauração José Anjos, proprietário do bar Cantinho dos Anjos, em Ponta Delgada, faleceu ao final da tarde de quarta-feira, 2 de outubro, na sequência de um acidente de viação

José Anjos, 57 anos, proprietário do bar Cantinho dos Anjos, em Ponta Delgada, faleceu no Hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, ao final da tarde de quarta-feira, na sequência de um acidente de viação. 

O empresário micaelense, conhecido no mundo inteiro pelo seus sorriso, simpatia e arte de bem receber, foi vítima de um acidente de viação ocorrido ao final da tarde na Circular da Ribeira Grande, embatendo com a sua moto numa viatura, junto ao cruzamento para a freguesia de Santa Bárbara.

José Anjos - que no próximo mês completava 58 anos de idade - não resistiu aos ferimentos no seguimento do violento choque. 

O corpo encontra-se na morgue do Hospital Divino Espírito Santo, local onde à família se juntam centenas de pessoas entre amigos e conhecidos que choram o súbito desaparecimento de José Anjos que muito recentemente redescobriu a paixão pelas duas rodas, tendo mesmo formado um grupo de motards que semanalmente se reunia em animados passeios à volta da ilha de São Miguel: Angels Biker's Friends.

Na manhã desta quinta-feira vai ser realizada a autópsia, ficando posteriormente liberto o corpo para que prossigam as cerimónias fúnebres, não se sabendo para já onde vai ter lugar o velório. 

José Anjos nasceu em Ponta Delgada a 21 de novembro de 1955 e foi, durante largos anos, mediador de seguros, profissão que abandonou em 1989, ano em que a 25 de novembro inaugurou na Rua Hintze Ribeiro um dos mais populares bares dos Açores, o Cantinho dos Anjos, "o bar que já deu a volta ao mundo", slogan pelo qual é conhecido aquele ponto de encontro de todos os dias e onde acorrem grande parte dos navegadores que aportam a São Miguel. 

Em 2011, em entrevista ao jornal "Açoriano Oriental", a propósito do 22.º aniversário do Cantinho dos Anjos, José Anjos confessara que "sinto-me realizado com o trabalho que tenho vindo a fazer", tendo desde então dedicado mais tempo aos seus passatempos de eleição: viajar, estar com os amigos, as motos mas, principalmente, a família. 

Divorciado, José Anjos deixa três filhos e sete netos.

À família enlutada o jornal Açoriano Oriental presta sentidas condolências.  


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.