Empresa do grupo PT ganha negócio superior a um milhão de euros em Timor-Leste

Empresa do grupo PT ganha negócio superior a um milhão de euros em Timor-Leste

 

Lusa / AO online   Economia   20 de Nov de 2010, 11:49

A Timor Telecom (TT) ganhou o concurso do programa nacional de conectividade de Timor-Leste (NCP), um negócio superior a um milhão de euros, que ligará os serviços públicos à internet nos vários distritos, anunciou hoje a empresa.

A proposta da TT, empresa participada pela Portugal Telecom, no valor de 1.699.000 dólares (cerca de 1.243.570 euros), foi a mais baixa e reconhecida como a de melhores soluções técnicas, no concurso relativo à segunda fase do NCPII.

O respetivo acordo entre o administrador-delegado, Luís Capitão Amaro, e o ministro das Infra-estruturas, Pedro Lay, foi assinado dia 16, segundo divulgou a empresa, que conta ter o serviço ativo em janeiro de 2011.

O concurso do primeiro programa NCP (de "National Connectivity Project), a que a TT havia igualmente concorrido, em disputa com a DataBridge e a Telkom Indonésia, havia sido adjudicado à empresa indonésia de telecomunicações.

Para ampliar a cobertura dos distritos e melhorar o sistema, o Governo timorense lançou um segundo NCP, dividido em duas fases, ambas ganhas pela Timor Telecom.

Em resultado do novo concurso, que prevê a criação de uma rede convergente de dados, voz e serviços de vídeo do Governo, para todas as capitais de distrito, a Timor Telecom passa a assegurar o acesso e ligação de Internet, substituindo a indonésia Telkom.

A proposta da operadora de telecomunicações do grupo PT, além de substituir o serviço nos distritos abrangidos no NCPI, contempla a extensão da rede aos distritos de Lautem (Lospalos), Viqueque, Manatuto, Aileu, Same, Ainaro e Suai, bem como a disponibilização de novos serviços internet e intranet.

Com o NCP, o Governo de Timor-Leste pretende criar uma rede especial que permita a ligação entre serviços governamentais, departamentos e escolas, em todos os distritos.

A implementação do NCPII envolve a aquisição e instalação de hardware e software, conectividade backbone da Internet a nível nacional (NIBC), distribuição de rede a nível distrital (DLDN) e acordo ao nível de serviços (SLA).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.