Efacec ganha contrato para construir duas centrais no Brasil


 

Lusa / AO online   Economia   18 de Out de 2007, 17:09

A Efacec ganhou o contrato no valor de 210 milhões de dólares (147 milhões de euros), para a construção de duas centrais a carvão que a EDP-Energias de Portugal e a MPX Mineração e Energia vão construir no Brasil.
O valor da adjudicação global ronda os 1.400 milhões de dólares (979 milhões de euros), cabendo à Efacec o montante base de 210 milhões de dólares, correspondentes aos 15 por cento que a empresa portuguesa detém no consórcio que vai construir as centrais, constituído ainda pelas empresas Mairengineering do Brasil (65 por cento), Alusa (15 por cento) e BC Projectos (5 por cento).

    Além deste contrato para a construção das centrais do Maranhão (350 megawatts) e de Pecém/Ceará (dois grupos de 350 megawatts), a Efacec pode vir a obter fornecimentos adicionais, tais como o sistema de protecção ambiental e prestações relativas ao parque de carvão e à sub-estação, que poderão orçar em mais 100 a 150 milhões de dólares.

    Esta encomenda, cujo prazo previsto de construção é de 42 meses, será o maior contrato alguma vez obtido pela Efacec, refere a empresa em comunicado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.