Economia portuguesa cresce 0,5%


 

Lusa / AO online   Economia   13 de Nov de 2007, 17:50

A economia portuguesa deve ter crescido 0,5 por cento no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, mantendo o mesmo ritmo do trimestre anterior, segundo as previsões dos analistas contactados pela agência Lusa.
O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulga quarta-feira uma estimativa rápida do crescimento da economia portuguesa no terceiro trimestre e no mesmo dia o Banco de Portugal apresenta as suas previsões de Outono no boletim económico, com previsões actualizadas para o crescimento do PIB português em 2007 e 2008.
O BPI e o Santander estimam que a economia portuguesa tenha crescido 0,5 por cento no terceiro trimestre, enquanto o BCP diz que o crescimento deve ter sido de 0,4 por cento, depois de uma expansão de 0,5 por cento entre Abril e Junho.
Comparando com igual período de 2006, o crescimento trimestral deve ter melhorado para um ritmo de 1,9 por cento, segundo os mesmo analistas, mais 0,3 pontos percentuais do que no segundo trimestre.
Os efeitos de base devem justificar esta aceleração, afirmou Gonçalo Pascoal, economista-chefe do BCP, já que Setembro de 2006 foi um período de crescimento "muito fraco".
O investimento deve ter voltado a melhorar no terceiro trimestre e as exportações devem ter mantido a tendência de abrandamento, acrescentou o mesmo analista.
Na quarta-feira o Banco de Portugal vai divulgar o seu boletim económico de Outono, onde devem também ser conhecidas previsões mais recentes de crescimento económico para 2007 e 2008 em Portugal.
Na Primavera, o banco central antecipava uma expansão do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,8 e 2,2 por cento nesses anos, respectivamente, valores que se aproximam muito das previsões mais recentes dos analistas de bancos contactados pela Lusa.
Para 2007, o BPI antecipa um crescimento económico de 1,8 por cento, Santander e BCP esperam uma expansão de 1,9 por cento e o BES é o mais pessimista, com uma previsão de 1,7 por cento, pelo que é provável que o Banco de Portugal possa não mexer na sua previsão.
Para 2008, a antecipação do BdP (2,2 por cento) é a mais optimista, comparando com os valores de 1,8 por cento do BES, 2,0 por cento do BPI e 2,1 por cento do Santander e do BCP, mas só a divulgação do boletim económico permitirá confirmar se haverá alguma revisão em baixa por parte da instituição presidida por Vítor Constâncio.
Na semana passada a Comissão Europeia publicou as suas previsões de Outono, mantendo a expectativa de crescimento de 1,8 por cento em 2007 e 2,0 por cento em 2008 para Portugal, apesar de ter revisto em baixa o crescimento do PIB da Zona Euro.


Previsões de crescimento anual para a economia
            2007........2008
BCP.........1,9%..........2,1%
BPI.........1,8%..........2,0%
BES.........1,7%..........1,8%
Santander...1,9%..........2,1%

Previsões de crescimento no 3º trimestre 2007

            Var. Trim........Var Homóloga
BCP.........0,4%.................1,8%
BPI.........0,5%.................2,0%
BES.........ND...................ND
Santander...0,5%.................1,9%
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.