Grande penalidade inexistente beneficia Benfica

Duarte Gomes pede desculpa pelo "claro erro"

Duarte Gomes pede desculpa pelo "claro erro"

 

Lusa / AO online   Futebol   27 de Set de 2007, 11:52

O árbitro Duarte Gomes assumiu quinta-feira ter cometido um "claro erro" no lance da grande penalidade, que permitiu quarta-feira ao Benfica o empate a um golo com o Estrela da Amadora, na terceira eliminatória da Taça da Liga de futebol.
A grande penalidade, assinalada já em tempo de descontos (92) por indicação do árbitro auxiliar, levou a decisão da passagem à quarta eliminatória da Taça da Liga para a marcação de grandes penalidades, que acabou por ditar a qualificação do Benfica.

"Perante as evidências que resultam do visionamento das imagens televisivas reconheço que houve um claro erro de arbitragem", afirma Duarte Gomes, num comunicado publicado no site da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

O árbitro lisboeta explica que a decisão "foi tomada pela equipa de arbitragem" e que diz ser ele, "enquanto chefe dessa equipa", que "deve assumir o erro cometido", que, no entanto, "faz parte do futebol2.

Com o assumir do erro, Duarte Gomes pretende demonstrar que "é tempo de todos os intervenientes do jogo perceberem que os árbitros não são seres infalíveis e estão em campo durante 90 minutos a tomar dezenas de decisões em fracções de segundo".

A decisão, que levou à marcação de uma grande penalidade a favor do Benfica, "pelo momento do jogo em que aconteceu e pelas características da competição, teve consequências que fazem com que pese ainda mais sobre a equipa de arbitragem", refere o comunicado.

"Esconder-me atrás de erros não faz parte da minha forma de viver esta actividade", adianta Duarte Gomes, acrescentando um pedido de desculpas aos clubes envolvidos e destacando a atitude de respeito revelado pelos dirigentes e equipas técnicas apesar do erro cometido.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.