Dirigente da Juventude Comunista diz que BE foi beneficiado pela comunicação social


 

Lusa/AOonline   Regional   20 de Out de 2008, 18:08

O dirigente da Juventude Comunista Portuguesa Hugo Garrido defendeu a existência de "uma ligação entre o destaque do Bloco de Esquerda (BE) na comunicação social e a eleição" de dois deputados para o Parlamento Açoriano.
O BE conseguiu no domingo assegurar a sua primeira presença de sempre no Parlamento açoriano, com a eleição da líder regional Zuraida Soares e do professor universitário José Cascalho.

    A atribuição dos mandatos só foi conhecida depois da contagem final dos votos ter apurado os eleitos pelo círculo de compensação. Nestas eleições entrou em vigor um novo regime que recupera os votos que não serviram para eleger qualquer deputado, utilizando-os para atribuir cinco mandatos adicionais.

    Segundo o dirigente da JCP "os resultados do BE não correspondem à real influência do partido no arquipélago".

    Hugo Garrido defende que não só existe uma cobertura desproporcionada da actividade do BE como que "a JCP e também o partido [Partido Comunista Português (PCP)] são os mais prejudicados do ponto de vista da comunicação social".

    Garrido sublinhou ainda a "importante vitória" conseguida ontem pela CDU nas eleições para o Parlamento Regional, para o qual elegeram um deputado, que considera ser "um voto de confiança da população".

    A CDU, que junta PCP e Verdes, conseguiu ontem 3,14 por cento dos votos (2.831 votos), reentrando na Assembleia Regional com a eleição do líder regional Aníbal Pires, também pelo círculo de compensação. Desde 2004 que a CDU não tinha representação no Parlamento Açoriano.

    O Partido Socialista foi o grande vencedor da noite de ontem com 49,96 por cento dos votos, no acto eleitoral regional com a taxa de abstenção mais elevada de sempre(53,24 por cento).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.