Saúde

Despesa dos hospitais com medicamentos subiu 7,4%

 Despesa dos hospitais com medicamentos subiu 7,4%

 

Lusa/AO Online   Economia   26 de Out de 2009, 05:24

Os gastos dos hospitais com medicamentos subiram 7,4 por cento nos primeiros oito meses do ano, face ao período homólogo, para 304 milhões de euros, referem os dados publicados pelo Infarmed sobre Agosto.

Em Agosto, o aumento da despesa dos hospitais com medicamentos foi de 6,3 por cento, face a igual mês do ano anterior, para 34,1 milhões de euros, mas apresenta uma forte redução de 14,5 por cento face ao mês precedente.

A informação corresponde a 35 dos 87 hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), que representam cerca de 49 por cento da despesa com medicamentos em meio hospitalar.

A falta de resposta por parte de muitos hospitais já levou o presidente da Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) a admitir “grandes dúvidas” sobre os gastos, uma vez que se referem a menos de 50 por cento dos 87 hospitais existentes no SNS.

O Infarmed refere que a consulta externa e o hospital de dia são as áreas de prestação de cuidados com maiores encargos ao nível da despesa hospitalar com medicamentos.

A consulta externa representa cerca de 43,3 por cento da despesa, com gastos de 131,6 milhões de euros nos primeiros oito meses do ano.

O hospital de dia representa 27,1 por cento da despesa, com gastos de 82,4 milhões de euros.

A oncologia e a infecciologia continuam a ser as áreas terapêuticas com maiores gastos a nível de medicamentos.

A infecciologia é mesmo a área com maior responsabilidade no crescimento da despesa, com uma variação de 28,5 por cento no total, tendo sido gastos 56,2 milhões de euros de Janeiro a Agosto.

A oncologia é responsável por gastos no valor de 79,2 milhões de euros, tendo um peso de 14,3 por cento no crescimento da despesa global.

Os medicamentos com maior peso na despesa hospitalar são os imunomoduladores, com 64 milhões de euros gastos entre Janeiro e Agosto, seguido dos antivíricos, com gastos de 59,3 milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.