Justiça

Delegados do Ministério Público reúnem-se para analisar sector


 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Nov de 2009, 07:34

 Cerca de 60 delegados do Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) reúnem-se hoje em Lisboa para analisar a situação interna do Ministério Público e da Justiça, numa altura em que também surgiram críticas à existência do sindicalismo judiciário.

Segundo fonte sindical disse à agência Lusa, a questão do Estatuto dos Magistrados do Ministério Público, a relação com o procurador-geral da República e o Conselho Superior do Ministério Público, bem como a atitude dos magistrados em relação aos processos mais mediáticos e melindrosos, como os da criminalidade económico-financeira, deverão ser outros temas a abordar neste encontro, tido como o "mais concorrido de sempre".

Por seu lado, Rui Cardoso, secretário-geral do SMMP, adiantou à Lusa que a reunião "foi convocada pela direcção para ouvir a sensibilidade dos magistrados sobre o estado actual tanto do Ministério Público como da Justiça em geral".

Anteriormente, o presidente do SMMP, João Palma, admitiu que a assembleia de delegados sindicais possa convocar uma assembleia geral extraordinária.

"A percepção da direcção do SMMP é a de que existe um grande mal-estar na classe", disse então.

Esta reunião surge depois de um editorial da direcção do SMMP em que foram feitas críticas ao funcionamento da Procuradoria-Geral da República (PGR) e em que é dito, nomeadamente, que os magistrados do MP "são hoje em dia reiteradamente desconsiderados pela PGR e por um dos seus órgãos, o Conselho Superior do Ministério Público".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.