Criadores dão a conhecer aves raras em exposição

Criadores dão a conhecer aves raras em exposição

 

Lusa/AO online   Regional   5 de Nov de 2013, 10:49

Papagaios, catatuas, patos, pombos e canários fazem parte dois mil animais que vão marcar presença em mais uma edição da Expo Aves, que decorre de 15 a 17 de novembro em Ponta Delgada.

 “Nos últimos anos, a feira tem melhorado bastante, porque tem o apoio da Federação Portuguesa de Avicultores, o número de criadores também tem aumentado significativamente, a qualidade e a variedade das aves também aumentaram”, afirmou  António Machado, presidente da Associação de Avicultores de S. Miguel, que organiza o evento.

António Machado adiantou que a Expo Aves, que vai decorrer no Pavilhão do Mar, reunirá criadores micaelenses, do continente e da Madeira, assim como diferentes variedades de aves, de diversas classes, tamanhos e cores.

“Deslocam-se juízes nacionais a S. Miguel para fazer a avaliação da qualidade das aves. Depois, mediante esta avaliação, é feita a classificação e depois os melhores ganham prémios”, referiu o presidente da Associação de Avicultores de S. Miguel, que conta atualmente com 472 sócios.

Desde 1980 que decorrem na cidade de Ponta Delgada, ilha de S. Miguel, exposições e concursos de aves, mas a crise que assola o país tem feito diminuir o aparecimento de novos criadores.

“Evidentemente que o número de inscrições já não crescem como crescia. Já não aparecem com tanta rapidez como apareceu há quatro, cinco anos. Mas o que aparece é tudo malta nova”, disse António Machado, lembrando que entre os associados micaelenses está um criador bicampeão nacional e outro campeão do mundo.

A Associação de Avicultores de S. Miguel foi criada em março de 1980 com o objetivo de dar maior qualidade, melhor formação e possibilidade dos associados exporem as aves que criam.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.