Comerciante oferece imagem de santa a Paulo Portas


 

Luísa Couto   Regional   17 de Out de 2008, 11:41

Foi com  uma imagem de Nossa Senhora da Conceição que um comerciante da cidade da Ribeira Grande surpreendeu  o líder nacional do CDS-PP, Paulo Portas, naquela que foi a sua última acção de campanha em São Miguel.
Ao ver entrar o líder dos populares no seu estabelecimento, Dinarte Miranda não se fez rogada e ofereceu a Portas a mesma santa que havia oferecido a Freitas do Amaral, em 1986, aquando da sua corrida às presidenciais. “Da outra vez também ofereci mas acho que Nossa Senhora não gostou dele”, referiu o comerciante, admitindo que espera sorte diferente para o CDS no próximo domingo. Um optimismo partilhado por Paulo Portas que acredita na possibilidade de eleger deputados em ilhas como a Terceira, São Miguel, São Jorge, Flores e Corvo. Para esse cenário, odirigente nacional dos democratas-cristãos diz apoiar-se naquilo “ que vai encontrando na rua”.E a verdade é que, em pleno centro histórico da cidade nortenha, não faltaram palavras de apoio e elogios que quem se revê nas propostas e até nas críticas do CDS, sobretudo ao nível do Rendimento Social de Inserção.
E a escassos dias do escrutínio, o CDS em São Miguel passou ainda em revista alguns dos problemas que foram encontrando ao longo da campanha. De acordo com os candidatos pela maior ilha dos Açores, nas Capelas, “crianças com três e quatro anos ficam sem possibilidade de frequentar a escola. Tudo porque estas salas do jardim de infância foram deslocadas para outra escola bem afastada desta zona e não existem transportes que assegurem a deslocação destas crianças”.
Os “populares” falam ainda na necessidade de mais investimento nos Fenais da Luz, sob pena de os casais jovens ficarem sem incentivos de fixação naquela Freguesia nortenha.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.