Açoriano Oriental
Clubes de São Miguel solidários com a pequena Eva

Movimento de apoio a criança, filha de descendentes açorianos que luta contra doença rara, chegou ao desporto regional


Foto: SÉRGIO MOURATO/LUSA
Autor: Nuno Martins Neves

Vários clubes de São Miguel associaram-se ao movimento Eva Strong, de apoio à criança de uma família luso-canadiana que nasceu com uma doença rara. Equipas como o Vale Formoso, São Roque, Santo António, Rabo de Peixe e Operário cederam camisolas autografas para serem leiloadas, já depois do Sporting Ideal ter realizado idêntica iniciativa.

Um família luso-canadiana lançou uma campanha com o objetivo de angariar dois milhões de euros necessários para adquirirem um novo medicamento para a sua bebé de dois meses, que sofre de uma doença rara.

Eva, filha de Ricardo (30 anos) e Jéssica Batista (28), natural de São Miguel, nasceu no dia 11 de agosto de 2019, em Toronto, mas a 2 de outubro, com apenas sete semanas, foi-lhe diagnosticada uma Atrofia Muscular Espinhal - Tipo 1, a mesma doença de Matilde, a bebé portuguesa que motivou também uma campanha de recolha de dinheiro.

“Quando ela nasceu foi tudo normal”, contou em outubro o pai, natural deEsposende, no Canadá desde os três anos. Contudo, os progenitores encontraram em Eva alguns sinais que não eram normais como os braços a “cair para baixo constantemente” e a “cansar-se rapidamente” até mesmo “quando estava a comer”.

A onda solidária tem varrido o mundo desportivo, juntando nomes como Ricardo Quaresma, Rúben Neves e Tarantini (futebol), Rui Costa (ciclismo) e Teresa Portela (canoagem); e clubes como Famalicão e Nacional, por exemplo.

A página no GoFundMe ‘ForEvaStrong’ já regista cerca de 608 mil dólares canadianos angariados (549 mil euros), de uma meta de 2.8 milhões de dólares.

Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.