Cidadão português morto em Luanda em tentativa de assalto


 

Lusa/AO Online   Nacional   4 de Dez de 2013, 17:12

Um cidadão português foi morto terça-feira à noite em Luanda, durante uma tentativa de assalto, disse esta quarta-feira à Lusa o porta-voz da Polícia Nacional.

 

Segundo o subcomissário Aristófanes dos Santos, o crime ocorreu à saída de um restaurante, perto do cemitério de Viana, nos arredores de Luanda, e os assaltantes exigiram ao cidadão português a entrega dos valores que transportava consigo.

Como este recusou e ofereceu resistência, os assaltantes desferiram golpes com uma arma branca.

O cidadão português ainda foi conduzido a uma clínica nas proximidades do local, a Clínica Dádiva, mas já não foi possível salvá-lo.

Os autores do crime estão ainda a monte.

A vítima foi identificada como sendo Paulo Sérgio Marques Ferreira, solteiro de 33 anos, e era engenheiro civil.

Trabalhava na empresa angolana OPP - Obras Públicas Particulares, com sede em Viana e onde laboram 1700 trabalhadores, 300 dos quais são cidadãos portugueses.

A família já foi informada da morte.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.