Ciclo de aulas abertas “Raízes egípcias da cultura bíblica”


 

AO online   Regional   4 de Nov de 2019, 16:32

O curso de História da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas promove três aulas abertas sobre as Raízes Egípcias da Cultura Bíblica, que serão ministradas por Ricardo Tavares, especialista na área da influência da cultura egípcia na construção da cultura bíblica.

De acordo com nota de imprensa as aulas abertas decorrem nos dias 6 e 27 de novembro, e 4 de dezembro, das 15:30 às 17:30 horas, na Sala de Audiovisuais da FCSH.

A formação pretende demonstrar como Israel é uma cultura nascida no seio do Egipto, de que foi província durante vários séculos; neste processo, contribuíram as pequenas civilizações dos ‘apiru, sedentários de Canaã, e dos shasu, nómadas da Síria. À matricial influência do império dos faraós, dos quais se destacam Tutmósis III, Amenóphis IV, Ramsés II, Tutanchamon, as seis rainhas e Neco II, especialmente nos domínios da engenharia civil, da medicina, da arte e da religião, juntam-se a de outros povos, como os hycsos e os filisteus.

Além da origem étnica e política de Israel, serão abordados diversas figuras e conceitos, como os patriarcas Abraão, José e Moisés, os reis David, Salomão (e a Rainha de Sabá), Ezequias e Josias, os profetas Isaías, Jeremias e Ezequiel, os acontecimentos da Origem do Cosmos, do Paraíso perdido, do Dilúvio, da Páscoa, do Êxodo e da Queda de Jerusalém, o livro do Cântico dos Cânticos, o nome de Deus (YHWH) e a Arca da Aliança. Fundamental é o conceito egípcio de ma‘at, paralelo à Sabedoria bíblica.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.