50 anos do Vulcão dos Capelinhos

César agradece apoio dos EUA


 

Luísa Couto   Regional   28 de Set de 2007, 17:08

Não é ingratidão na prátria, nem excesso de gratidão fora dela, dizer que, face às consequências da crise dos Capelinhos, a atenção e a generosidade de um país amigo substituíram a incapacidade do nosso próprio país”.
   Foi esta a mensagem de reconhecimento do presidente do governo açoriano, Carlos César, face ao contributo dos EUA  para com os sinistrados do vulcão, país que  os acolheu de braços abertos numa tentativa de lhes proporcionar a reconstrução de uma vida que no Faial foi arrasada pelas cinzas.
Falando na sessão solene de abertura das comemorações dos 50 anos do Vulcão dos Capelinhos, decorrida anteontem na cidade da Horta, o governante fez questão de lembrar outro “esquecimento” da República.
Em causa, o ponto sete do relatório da missão técnica do Ministério das Obras Públicas, sobre acções necessárias a desenvolver na época, na sequência da avaliação feita dos estragos, onde se lia “recuperar o farol dos Capelinhos”.
“Foi necessário meio século para que o sonho se tornasse realidade. É uma parte do que estamos a fazer agora”, acrescentou.
O governante estabeleceu ainda o paralelismo entre o que aconteceu em 1957 com o vulcão e em 1998 com o sismo, lembrando que neste último caso foi o Governo Regional que se encarregou da reconstrução de  muitas igrejas, pontes e mais de 3100 casas.
Chamando ao Executivo que lidera, a classificação dos Capelinhos como Monumento Natural Regional e parte integrante da Rede Natura 2000, Carlos César adiantou que a memória daquele lugar “ficará salvaguardad e reinterpretada através desse investimento na contemporaneidade que será o Centro de Interpretação dos Capelinhos.
A cerimónia que marcou o arranque de um vasto programa de inciativas que se estende por uma ano contou ainda com o lançamento de uma medalha comemorativa e de um livro de prestígio da autoria do vulcanólogo Victor Hugo Forjaz, numa edição do Observatório Vulcanológico dos Açores.
Foi também lançada uma colecção de selos sobre o vulcão.|

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.