Centro de Formação Aeronáutica dos Açores já pode dar formação a entidades externas

Centro de Formação Aeronáutica dos Açores já pode dar formação a entidades externas

 

Ana Carvalho Melo   Regional   8 de Nov de 2013, 14:12

O secretário regional do Turismo e Transportes anunciou esta sexta-feira, em Vila do Porto, que o Centro de Formação Aeronáutica dos Açores (CFAA) é, desde quinta-feira, 7 de novembro, uma entidade certificada para dar formação externa.

“Entramos numa nova fase, ou seja, este centro está em condições para comercializar formação para entidades externas e a própria SATA está em condições de organizar cursos de formação, possibilitando que os jovens açorianos possam participar nesses cursos, valorizando-se profissionalmente e abrindo aqui novas perspetivas para a sua vida profissional”, afirmou Vítor Fraga.

 

O titular da pasta dos Transportes, que falava durante uma visita ao CFAA, anunciou ainda que a SATA irá agora, junto da Câmara Municipal de Vila do Porto, procurar estabelecer um protocolo com vista à utilização das piscinas do Complexo Desportivo, “garantindo-se assim que a formação para o pessoal navegante de cabine seja toda efetuada em Santa Maria, o que é naturalmente uma mais-valia importante, não só para a ilha, como para a Região e para o Centro”, que passa a ter uma “oferta total e integrada, que possibilitará a angariação de clientes para este centro, rentabilizando-o e contribuindo ativamente para a dinamização da economia da ilha”.

 

“Ao contrário de muitos outros, sempre acreditámos nas potencialidades que este centro tem e que pode ser uma âncora muito importante em termos de desenvolvimento do cluster aeronáutico em Santa Maria”, frisou.

 

Até ao final de 2013, o CFAA dará formação a mais de 800 formandos, contabilizando cerca de 20 mil horas de formação aos colaboradores da SATA.

 

O Secretário Regional salientou que agora a expetativa é que “no próximo ano, este volume de formação seja consideravelmente incrementado, o que contribui também ativamente para aumentarmos o número de dormidas na ilha”.

 

Durante este ano, a participação de formandos neste centro representa cerca de três mil dormidas, fazendo do CFAA um "fornecedor ativo” de visitantes, no sentido de "dinamizar a economia e contribuir ativamente para incrementar a taxa de ocupação hoteleira”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.