Cavaco Silva inicia hoje visita oficial à Polónia e Eslováquia

Cavaco Silva inicia hoje visita oficial à Polónia e Eslováquia

 

Lusa/AO   Nacional   1 de Set de 2008, 06:08

O Presidente da República, acompanhado de uma comitiva de mais de 50 empresários, inicia hoje uma visita oficial de cinco dias à Polónia e Eslováquia, onde a economia terá um lugar de destaque.
Depois do dia de hoje exclusivamente dedicado à viagem, a primeira de Cavaco Silva enquanto chefe de Estado a países do Leste europeu, a agenda oficial arranca terça-feira com um encontro com o Presidente da República da Polónia.

    Além dos encontros com os principais responsáveis políticos polacos e uma visita ao Parlamento, em Varsóvia o chefe de Estado encerrará um seminário sobre as relações económicas entre Portugal e a Polónia, na terça-feira, enquanto no dia seguinte fará um breve discurso no seminário diplomático organizado pelo ministério dos Negócios Estrangeiros, que contará com a presença de diplomatas portugueses nos países do Leste europeu.

    Ainda em Varsóvia, a comitiva oficial terá oportunidade de visitar a loja 1.000 dos supermercados Biedronka, propriedade do grupo Jerónimo Martins.

    Na quinta-feira de manhã, o chefe de Estado irá ainda deslocar-se a Cracóvia, seguindo depois para Bratislava, capital eslovaca.

    Em Bratislava, Cavaco Silva terá também encontros com os principais líderes políticos eslovacos e participará num seminário sobre as relações económicas entre Portugal e a Eslováquia.

    No programa oficial estão ainda incluídas várias iniciativas culturais, como a inauguração da exposição de arte contemporânea portuguesa "Café Portugal", em Bratislava.

    A fadista Mariza, que integra a comitiva oficial, dará também dois concertos em Varsóvia e Bratislava, cidade onde será feita a apresentação do primeiro dicionário de Português-Eslovaco.

    Da comitiva empresarial que acompanha Cavaco Silva na visita à Polónia e Eslováquia, países que o chefe de Estado vê como "oportunidades" para Portugal a Leste, fazem parte 53 empresários das áreas da banca, energia, construção e materiais, tecnologia de informação, turismo, indústria alimentar, papel e cortiça, automóvel, entre outras.

    Entre a comitiva de empresários, estará o presidente do Conselho de Administração da Jerónimo Martins, Alexandre Soares Santos, que já investiu cerca de 900 milhões de euros na cadeia de supermercados Biedronka, actualmente com 1.100 lojas e sete centros de distribuição.

    Da banca, integrarão ainda a comitiva responsáveis do grupo Millennium, Caixa Geral de Depósitos, Banco Espírito Santo e Banco Mais.

    Responsáveis da Galp Energia, Mota Engil, Cifial, Martinfer, Revigrés, grupo Pestana e da ZON Multimédia, são outros dos empresários que integram a comitiva.

    Segundo dados do ICEP, mais de 60 empresas portuguesas têm já investimentos na Polónia.

    Na Eslováquia, onde a comitiva presidencial passará cerca de dia e meio, as relações comerciais com Portugal são ainda "incipientes", apesar a presença portuguesa também já se começar a fazer notar, através da Mota Engil, Jerónimo Martins, a Efacec ou o Banco Mais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.