Liga Sagres

Carvalhal sofre primeira derrota

Carvalhal sofre primeira derrota

 

Lusa/Aonline   Futebol   12 de Dez de 2009, 20:35

O Sporting sofreu a segunda derrota caseira na Liga de futebol, ao perder perante a União de Leira, por 1-0, em jogo da 13ª jornada da competição, e pode cair para o sétimo lugar

No Estádio José Alvalade, um golo de Paulo Vinicius, aos 27 minutos, foi suficiente para os leirienses garantirem o triunfo, frente a um Sporting que realizou mais uma exibição cinzenta (fez o primeiro remate à baliza apenas aos 47 minutos) e que somou o quarto encontro consecutivo sem vencer em casa, no campeonato.

Com este desaire, o primeiro da "era" do técnico Carlos Carvalhal, o clube de Alvalade pode cair para a sétima posição, caso o Rio Ave vença amanhã no campo do Marítimo, e poderá ficar ainda mais longe dos rivais Sporting de Braga, Benfica e FC Porto.

Na primeira parte, apesar de ter muita vantagem na posse de bola, o Sporting apresentou-se muito lento, com pouca garra e não efectuou qualquer remate à baliza de Duricic.

Por seu lado, a União de Leiria foi aproveitando o adormecimento leonino e, aos 20 minutos, Cássio deu o primeiro aviso com um cabeceamento que bateu na barra da baliza de Rui Patrício.

Pouco depois, Ronny obrigou o guardião português a defender para canto e, na sequência, os leirienses colocaram-se em vantagem através de Paulo Vinicius, num lance com muitas responsabilidades para Patrício, aos 27 minutos.

O golo dos forasteiros desestabilizou ainda mais o Sporting (e enervou o público de Alvalade), que até ao intervalo falhou muitos passes e nunca conseguiu incomodar Duricic, enquanto a União de Leiria voltou a assustar o guardião dos leões, com um "tiro" de Silas, que passou perto da baliza de Rui Patrício.

A equipa de Alvalade apareceu mais dinâmica, mas foi a União de Leiria que voltaria a marcar, por Cássio, um golo limpo que foi anulado pelo árbitro Vasco Santos, por pretenso fora de jogo do avançado brasileiro.

Pouco depois, o juiz portuense esteve bem a anular novo tento, desta vez do Sporting, por deslocação de Vukcevic.

Com o passar dos minutos, a União de Leiria recuou no terreno e entregou o total controlo do encontro ao Sporting, que mesmo assim esteve muito desastrado, principalmente na altura de rematar.

Aos 75 minutos, Pereirinha apareceu isolado frente a Duricic mas falhou o remate com seu pior pé, o esquerdo.

Já perto do final, Liedson ainda tentou a igualdade com um pontapé de bicicleta mas Duricic respondeu com uma boa defesa, naquele que foi o melhor lance do Sporting em toda a partida.

Em tempo de compensação, o "levezinho" voltou a ter nos pés o golo da igualdade mas, muito trapalhão, chutou fraco e enrolado à figura do guarda-redes da União de Leiria.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.