Campeonato de Portugal de Ralis arranca na sexta-feira com lista de inscritos recorde

Campeonato de Portugal de Ralis arranca na sexta-feira com lista de inscritos recorde

 

Lusa/AO Online   Motores   20 de Fev de 2019, 19:00

O Campeonato de Portugal de Ralis arranca na sexta-feira com um número recorde de 59 inscritos no Rali Serras de Fafe, incluindo cinco antigos campeões nacionais e um piloto oficial do Campeonato do Mundo.

O Rali Serras de Fafe 2019 pontua para o Campeonato de Portugal de Ralis (CPR), European Rally Trophy (ERT), Iberian Rally Trophy (IRT) e ainda para a Taça FPAK de Ralis de Terra.

A prova de abertura tem 59 inscritos, o valor mais alto dos últimos anos, contando ainda com a presença de cinco antigos campeões nacionais.

Armindo Araújo e Bruno Magalhães, em Hyundai, José Pedro Fontes, em Citroën, Pedro Meireles, com um Volkswagen, e Ricardo Moura, em Skoda, serão alguns dos principais animadores do campeonato, aos quais se juntam Miguel Barbosa (Skoda) ou Ricardo Teodósio (Skoda).

"Será, talvez, o melhor campeonato dos últimos dez anos", assume o campeão nacional, Armindo Araújo (Hyundai).

Miguel Campos, campeão nacional em 2002, assiste de fora ao início do campeonato, mas acredita que "vai ser equilibrado".

"Temos vários campeões de anos diferentes. O Armindo Araújo tem bastante experiência, assim como o Bruno Magalhães ou o Ricardo Teodósio. Mas o Ricardo Moura vai ter uma palavra a dizer. Já o Volkswagen, do Pedro Meireles, é o carro que toda a gente quer conduzir. Portanto, uns têm um carro melhor para asfalto, outros para terra. Vai ser muito equilibrado", disse.

José Pedro Fontes sente-se "em forma" depois do acidente sofrido no Rali de Portugal de 2017, que provocou diversas fraturas à navegadora Inês Ponte Grancha, que regressa após um ano de paragem.

Já Miguel Barbosa, que soma sete títulos nacionais de todo-o-terreno e um de velocidade, assume o objetivo "de lutar pelo título" na quarta temporada a tempo inteiro neste campeonato.

Na quinta-feira realizam-se as verificações documentais. Na sexta-feira disputa-se o ‘shakedown’, de manhã. Neste dia, os pilotos fazem duas passagens pelo troço de Luílhas, terminando o dia com duas passagens pelas ruas do centro da cidade, num superespecial noturna.

Para sábado estão previstas duas passagens pelos troços de Ruivães, São Pedro e Aboim/Rio Vizela da parte da manhã e duas passagens pelos troços de Montim e Lameirinha da parte da tarde.

A prova fafense tem, ainda, o atrativo de contar com a presença do piloto mundialista, o espanhol Dani Sordo, num Hyundai, em treinos para o Rali do México do Mundial de Ralis.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.