Economia

Câmara do Comércio quer "liberalização" dos centros de inspecção de veículos

Câmara do Comércio quer "liberalização" dos centros de inspecção de veículos

 

Lusa/AO online   Regional   7 de Set de 2011, 14:59

O presidente da Câmara do Comércio de Angra do Heroísmo (CCAH), Sandro Paim, reivindicou a "liberalização" da abertura de centros de inspecção a veículos em sete das nove ilhas dos Açores.
“A legislação é de 1994, permitiu a abertura de dois centros, um em S. Miguel, de capitais privados, e outro na Terceira, com capitais públicos, que vão às restantes ilhas fazer as inspecções, mas isso é insuficiente”, afirmou Sandro Paim em declarações à Lusa, assegurando que "existem muitas empresas na região que possuem as condições necessárias para abrir um centro de inspecções".

Sandro Paim, que falava no final de uma reunião com Duarte Freitas, líder parlamentar do PSD/Açores, frisou que esta reivindicação não visa liberalizar o preço, "que pode continuar a ser tabelado pelo governo", mas pretende "aumentar drasticamente a oferta, a concorrência e a qualidade de serviço em cada ilha”.

O presidente da CCAH criticou o executivo regional por "ter parecido sensível a esta questão, mas depois manifestar-se contra esta pretensão".

No início de Agosto, Sandro Paim desafiou o Governo dos Açores a liberalizar a actividade de inspecção periódica obrigatória de veículos no arquipélago, mas a ideia foi rejeitada pelo secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos, José Contente, alegando que a lei "não o permite", numa referência à legislação publicada em Maio.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.