Açoriano Oriental
Câmara da Horta enaltece trabalho da Comissão Municipal de Proteção Civil

O Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Horta, em fase de revisão nos termos da legislação em vigor, mereceu parecer positivo da Comissão Municipal de Proteção Civil, que reuniu com parceiros sociais, forças de segurança e juntas de freguesia do concelho.


Autor: Susete Rodrigues/AO Online

O documento, que esteve durante 30 dias em discussão pública, entra agora na última fase do processo de revisão, que prevê a aprovação final em reunião de Câmara, a realizar na tarde desta quinta-feira, e consequente homologação pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, refere nota de imprensa.

Na reunião da Comissão, José Leonardo Silva, presidente da Câmara Municipal da Horta e do Serviço Municipal de Proteção Civil do concelho, aproveitou a ocasião, face ao período de emergência sanitária que ainda vivemos, para enaltecer o espírito de interajuda de todos os agentes de proteção civil concelhios.

Para José Leonardo Silva, “é digno de registo o empenho de todos os agentes de proteção civil, que estiveram sempre disponíveis para articular respostas, rápidas e urgentes, desde que foi ativado o Plano Municipal de Emergência, em março último, até à presente data, realizando diversas reuniões, muitas delas por videoconferência, para que no concelho, estivéssemos aptos a responder às questões ligadas à emergência sanitária”, disse citado na nota.

O autarca recordou, igualmente, a envolvência e cooperação das entidades também por ocasião da passagem do Furacão Lorenzo pelo arquipélago dos Açores, frisando que, tal como agora, a capacidade de superação do Faial e dos faialenses é um dos ensinamentos que mais se retira durante este período difícil que temos vivido.

“A segurança dos faialenses é a nossa missão, mas os membros aqui presentes, com o nível de empenhamento que têm tido, dão boa nota como a união, a organização e a resiliência ainda são a principal arma para combater as crises, sejam elas sanitárias ou outras”, acrescentou José Leonardo Silva.

Recorde-se que o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil da Horta, analisado pela Comissão Municipal de Proteção Civil, encontra-se em vigor desde 2008, tendo sido alvo de atualização em 2014, sofrendo agora a sua primeira revisão.


Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.