Brisa tem 2000 milhões de euros para investir até 2011

Brisa tem 2000 milhões de euros para investir até 2011

 

Lusa / AO online   Economia   9 de Nov de 2007, 17:18

O banco de investimento Dresdner Kleiwort considera que a Brisa tem mais de 2.000 milhões de euros para investir em novos projectos, até 2011, e define um preço-alvo de 11,8 euros para o título.
O preço-alvo definido representa um potencial de 20,28 por cento face aos 9,81 euros por acção registados no encerramento da sessão de hoje da Euronext Lisboa e sustenta, também, a recomendação de “compra” feita pelo banco de investimento.

O Dresdner considera que a capacidade de investimento da empresa liderada por Vasco de Mello pode ainda ser superior aos 2.000 milhões de euros apontados, se for concretizada a reestruturação da sociedade que a Brisa - Auto-estradas de Portugal pretende fazer.

O banco considera que a Brisa - Auto-estradas de Portugal tem potencial para encontrar novos projectos no mercado doméstico, mas também, e especialmente, no mercado internacional, onde calculam que o potencial seja, actualmente, de 140 mil milhões de euros.

Os potenciais projectos em Portugal passam, essencialmente, pela privatização da ANA - Aeroportos de Portugal e pela construção do novo aeroporto da região de Lisboa, estimado em 3.000 milhões de euros.

Quanto ao estrangeiro, o Dresdner salienta que as prioridades para a Brisa são a América Latina, através da CCR - Companhia de Concessões Rodoviárias, e a América do Norte, onde assinará ainda este mês o primeiro contrato de concessão, em Denver, no Colorado.

Destaca, também, o memorando de entendimento que a empresa assinou na Rússia, país em que participa em dois concursos.
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.