Brisa comemora 10 anos na bolsa portuguesa

Brisa comemora 10 anos na bolsa portuguesa

 

Lusa / AO online   Economia   7 de Nov de 2007, 10:33

A Brisa - Auto-estradas de Portugal celebra 10 anos de presença na bolsa portuguesa, período durante o qual a capitalização da empresa triplicou, para 6.000 milhões de euros.
Constituída em 28 de Setembro de 1972, a concessionária de auto-estradas entrou na bolsa portuguesa em 1997, ainda maioritariamente controlada pelo Estado, e apresentando como grande activo uma rede viária de 682 quilómetros.

Na primeira fase de privatização da empresa, em Novembro de 1997, é vendido 35 por cento do capital da concessionária, ao preço de 2,42 euros por acção.

Actualmente, cada título da Brisa vale 9,73 euros, ao preço de fecho da sessão de terça-feira da Euronext Lisboa.

Ao longo da última década, o Estado concretizou a privatização da totalidade do capital da empresa, em quatro fases, arrecadando cerca de 1,9 mil milhões de euros com o processo.

O principal accionista é, actualmente, o grupo Mello, com 30 por cento do capital social, seguido da espanhola Abertis, com 10 por cento, e pela australiana Babcock & Brown, também com 10 por cento do capital social.

Na década em que está cotada no mercado de capitais português, a Brisa pagou um total de 1,2 mil milhões de euros de dividendos.

Actualmente o grupo está internacionalizado para o Brasil, Leste da Europa e, agora, Estados Unidos da América, mas o seu principal activo continua a ser a concessão de 1.368 quilómetros de auto-estradas em Portugal.

O investimento feito nesta década atingiu 4,4 mil milhões de euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.