Braga empata em Salónica e adia apuramento

Braga empata em Salónica e adia apuramento

 

Lusa/AO   Futebol   6 de Dez de 2007, 21:07

O Sporting de Braga voltou hoje a empatar um golo, em visita ao Aris Salónica, na quarta ronda no Grupo F da Taça UEFA de futebol, mantendo-se na corrida aos 16 avos-de-final
O austríaco Linz marcou o primeiro tento da partida, aos seis minutos, mas o brasileiro Ronaldo, antigo defesa central do Benfica, anulou a vantagem da equipa portuguesa, aos 26.
Os ingleses do Bolton Wanderers venceram na visita aos sérvios do Estrela Vermelha e estão no topo do agrupamento, com seis pontos em quatro partidas, à frente de Aris e dos alemães do Bayern Munique, hoje de folga, ambos com cinco pontos em três jogos.
O Sporting de Braga, com três pontos em três jogos, resultantes de outros tantos empates a um golo, recebe a 19 de Dezembro o último classificado da "poule", Estrela Vermelha, ainda sem pontuar, e terá de bater a equipa que tem três derrotas em três partidas para almejar a passagem aos 16 avos-de-final.
Contudo, caso Bayern e Aris empatem em Munique, há a possibilidade de quatro equipas, incluindo o Braga, terminarem com seis pontos, obrigando a contas suplementares em relação à diferença entre golos marcados e sofridos para encontrar os três clubes com lugar na fase seguinte da prova.
Sem o "tocado" defesa central e capitão Paulo Jorge, o treinador Manuel Machado apostou no brasileiro Anilton no eixo da defesa e tudo parecia correr bem, já que os "arsenalistas" entraram em campo a pressionar o adversário.
Contudo, um erro de Anilton isolou o Javito aos quatro minutos, mas o avançado espanhol, frente ao guardião Paulo Santos, atirou ao lado.
Dois minutos depois, num pontapé-de-canto cobrado por César Peixoto do lado direito do ataque dos minhotos, o guardião grego Chalkias e Ronaldo embrulharam-se e o austríaco Linz aproveitou para inaugurar o marcador a favor do Sporting de Braga.
A reacção helénica não demorou e foi o central que já actuou no Estádio da Luz a empatar a partida, numa jogada de insistência do colega da defesa Papadopoulos.
O central grego cruzou e Ronaldo apareceu sem oposição na pequena área a rematar de rompante com a cabeça, aos 26 minutos.
Nebegleras e novamente Javito, perto da meia-hora de jogo e aos 36 minutos, também gozaram de boas oportunidades para colocarem a equipa da casa em vantagem, mas Paulo Santos opôs-se muito bem a um remate de primeira do capitão grego e o avançado espanhol rematou ao lado outra vez.
Na segunda parte, o conjunto bracarense mostrou-se mais seguro nas acções defensivas, mas foram os anfitriões a criar a primeira oportunidade de golo, mais uma vez por Javito, cujo potente remate frontal foi desviado à última hora por um defesa.
O brasileiro Wender, aos 73 minutos, beneficiou de um ressalto, após um pontapé-de-canto marcado por João Pinto, mas o remate, "à boca" da baliza, saiu muito torto em direcção à bandeirola de canto.
Até final, o Braga aguentou o derradeiro esforço da equipa grega para tentar o triunfo e o marcador manteve-se inalterado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.