Crise financeira

BNP Paribas espera terminar compra da Fortis até final do ano


 

Lusa/AOonline   Economia   6 de Out de 2008, 11:29

O banco francês BNP Paribas anunciou hoje esperar que a operação de compra do banco Fortis, que se encontra em dificuldades, esteja terminada em finais do ano ou no primeiro trimestre de 2009.
Em comunicado, a instituição bancária francesa confirmou a compra do Fortis por 14,5 mil milhões de euros, dos quais nove mil milhões de euros em acções e 5,6 mil milhões em numerário, dando origem ao primeiro banco de depósitos da zona Euro.

    Num primeiro passo, o conselho de administração do BNP Paribas vai recorrer à autonomia de que dispõe e vai emitir 88 milhões de acções.

    Uma segunda emissão de 44 milhões de acções vai ser pedida a uma assembleia-geral extraordinária de accionistas.

    O BNP espera gerar ganhos por acção logo no primeiro ano da operação e assim reforçar os rácios de fundos próprios.

    Numa nota distribuída domingo, o BNP anunciara a e aquisição de 75 por cento das actividades financeiras belgas da Fortis, cabendo os restantes 25 por cento ao estado belga, e a totalidade da actividade de seguros na Bélgica.

    A operação valoriza o conjunto de actividades da Fortis na Bélgica, no Luxemburgo e ainda em quatro outros países (Turquia, Polónia, Alemanha e França), "entre 15 e 16 mil milhões de euros".

    Esta operação foi qualificada como "histórica" permitindo ao BNP Paribas obter o controlo de uma rede de 1.500 balcões nos seis países onde a Fortis está presente.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.