Berta Cabral sublinha importância de "políticas de conciliação vida familiar e profissional"

Berta Cabral sublinha importância de "políticas de conciliação vida familiar e profissional"

 

Lusa/AO online   Regional   16 de Dez de 2011, 16:10

A presidente do PSD/Açores sublinhou a importância de promover políticas governamentais que permitam aos cidadãos conciliar a vida familiar e profissional, alegando que o problema afecta "em especial" as mulheres.
“Só criando condições para as famílias terem as suas crianças bem cuidadas e os seus idosos bem entregues é que conseguiremos ter equidade de tratamento e igualdade de oportunidades para mulheres e homens”, afirmou Berta Cabral, em declarações aos jornalistas.

A líder regional do PSD falava após uma visita ao jardim de infância da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto, em Santa Maria, ilha que está a visitar.

Para Berta Cabral, apesar de serem dados passos para a conciliação entre a vida familiar e profissional, este objectivo “ainda não foi conseguido plenamente”. A responsável considerou que as mulheres são “em especial” as mais afectadas, porque “têm uma carga de trabalho e responsabilidade maiores na condução do futuro dos filhos e da vida da família”.

"Num futuro governo do PSD daremos especial atenção à política de conciliação entre a vida profissional e familiar", assegurou , alegando a necessidade de "serem criadas condições para que a população activa seja constituída de forma equilibrada entre homens e mulheres".

No que se refere ao jardim de infância que visitou, Berta Cabral defendeu a necessidade de arrancar “rapidamente” com a obra das novas instalações que permitam dotar o espaço de "melhores condições”.

Na deslocação à ilha de Santa Maria, a líder regional social-democrata visitou ainda o Centro Actividades Ocupacionais e Promoção do Emprego Social da Santa Casa da Misericórdia de Vila do Porto e almoçou com idosos.
    

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.