Política

Berta Cabral defende reorientação do investimento público

Berta Cabral defende reorientação do investimento público

 

Lusa/AO online   Regional   21 de Out de 2011, 18:16

A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, defendeu a necessidade de ser feita uma reorientação do investimento público na região de forma a garantir trabalho às empresas de construção civil, que estão “preocupadas” com a falta de obras.
“Há uma grande preocupação com a falta de trabalho, que tem levado ao despedimento de pessoas”, afirmou Berta Cabral em declarações aos jornalistas durante uma visita a uma empresa na Ribeira Grande que “já teve o dobro dos trabalhadores que tem hoje”.

Segundo a líder regional do PSD, os empresários do sector afirmam que apenas necessitam de trabalho para poder sair da actual situação em que se encontram.

“Quando as empresas estão sãs do ponto de vista financeiro, precisam é de trabalho para continuar a sua actividade”, frisou, acrescentando que isso implica “uma grande reorientação do investimento público”.

Berta Cabral recordou que as recentes estatísticas sobre o desemprego no país, divulgadas na quinta-feira, indicam que os Açores foram a região onde o desemprego mais subiu a nível nacional, defendendo a necessidade de serem tomadas medidas para “travar” esta situação.

Nesse sentido, “se as SCUT (auto-estradas sem custo para o utilizador) tivessem sido entregues a empresas regionais, mesmo que fossem feitas de forma mais lenta, hoje estaríamos mais confortáveis a passar esta crise”, reafirmou.

Berta Cabral, numa breve opinião sobre a proposta de plano e orçamento regionais para 2012 que o executivo apresentou aos partidos e parceiros sociais, frisou que “ainda é possível reorientar mais o investimento público” e defendeu serem necessários “mais cortes em despesas correntes para orientar [essas verbas] para o investimento”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.