Bento XVI recebe Dalai Lama a 13 de Dezembro


 

Lusa / AO online   Internacional   31 de Out de 2007, 16:21

O Papa Bento XVI vai receber o líder espiritual do budismo tibetano, Dalai Lama, no dia 13 de Dezembro, anunciaram esta quarta-feira fontes do Vaticano.
Este é o segundo encontro entre os dois líderes religosos, depois de uma visita de cortesia do Dalai Lama ao Vaticano a 13 de Outubro 2006, para reforçar o diálogo inter-religioso.
O encontro de Dezembro não foi anunciado oficialmente por comunicado do Vaticano, para tentar minimizar o atrito com as autoridades chinesas numa altura em que a Santa Sé tenta melhorar a situação da Igreja Católica na China.
Pequim considera o líder tibetano como um separatista, devido à sua posição inicial de reclamar a independência do Tibete, pressionando os governos internacionais para que não o recebam oficialmente.
O Dalai Lama afirmou ter pedido a Bento XVI uma organização mais frequente de reuniões inter-religiosas.
O chefe religioso tibetano encontrou-se cinco vezes com o anterior Papa , João Paulo II, no Vaticano, em 1980, 1982, 1986, 1988 e 1990.
Nascido em 1935, o Dalai Lama vive no exílio desde 1959, após uma tentativa falhada de revolução contra a presença chinesa no Tibete, que anexou a região tibetana em 1951.
O objectivo do líder religioso é alcançar uma “autonomia real e significativa” para o Tibete, na qual só responda a Pequim em questões de defesa e diplomacia.
Galardoado com o Nobel da Paz em 1989 e mais recentemente com a medalha de ouro do Congresso norte-americano, a 17 de Outubro, o Dalai Lama defende publicamente políticas de não-violência.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.