Açoriano Oriental
Benfica muito superior goleia Sporting com 15 mil nas bancadas da Luz

O Benfica superiorizou-se a todos os níveis e goleou hoje o Sporting, por 5-0, no dérbi feminino dos quartos de final da Taça de Portugal de futebol, que estabeleceu um novo recorde de assistência, com 15.032 espetadores.

Benfica muito superior goleia Sporting com 15 mil nas bancadas da Luz

Autor: Lusa /AO Online

Jéssica Silva (15 e 18 minutos), Ana Vitória (38 e 51) e Christy Ucheibe (76) apontaram os tentos do Benfica no Estádio da Luz, um palco meritório da intensidade e da atitude demonstradas pelas benfiquistas e com um público histórico num jogo oficial numa competição feminina da modalidade, superando o anterior recorde de 14.221 espetadores, no mesmo recinto.

Com o triunfo, o Benfica marca encontro com o Famalicão nas meias-finais, à procura de uma vaga no jogo decisivo da prova, que as ‘águias’ venceram uma vez (2018/19).

A supremacia das ‘encarnadas’ foi total desde o apito inicial e, depois de uma série de ameaças, chegaram à vantagem aos 15 minutos, por intermédio de Jéssica Silva, que apenas teve de encostar, com facilidade, uma assistência de Pauleta no flanco direito.

A equipa do Benfica ‘sufocou’ as jogadoras sportinguistas, que nunca se mostraram capazes de impor o seu jogo, e, aos 18, sofreram o segundo, através de uma jogada de insistência, com muitos remates, mas a bola sobrou para Jéssica Silva, que fez o ‘bis’.

Com uma margem já confortável na parte inicial da partida, o Benfica não baixou a sua intensidade e voltou a dominar no último terço, onde Pauleta, a acertar na trave, aos 26, e Cloé Lacasse, a atirar ao lado, aos 36, ameaçaram antes do terceiro tento no jogo.

Numa excelente jogada das atletas orientadas por Filipa Patão, pela ala esquerda, Ana Vitória concluiu com um disparo sem hipóteses para Hannah Seabert, em zona frontal e com muita calma à entrada da grande área, a anteceder a ida para intervalo na Luz.

O descanso não chegou sem antes, aos 42 minutos, os elementos das equipas médicas dos dois clubes assistirem prontamente um espetador numa das bancadas do estádio, que se terá sentido mal, levando a árbitra Catarina Campos a mostrar o cartão branco.

No reatamento, e com a eliminatória praticamente sentenciada, as ‘águias’ voltaram a entrar bem melhor e, aos 51, Ana Vitória também chegou ao segundo tento na conta pessoal, finalizando na cara de Hannah Seabert, após a pressão alta resultar, outra vez.

Com as primeiras substituições efetuadas, tanto no Sporting, como no Benfica, o ritmo da partida acabou por baixar, mas nem por isso as oportunidades de golo deixaram de existir, como foi o caso de um livre de Fátima Dutra, por cima, do lado das ‘leoas’ (74).

Contudo, foi o Benfica quem voltou a festejar, pela recém-entrada Christy Ucheibe, a cabecear para o fundo das redes e a concluir da melhor maneira um cruzamento bem medido de Catarina Amado, aos 76, que ‘fechou’ de vez o marcador no Estádio da Luz.

A treinadora do Sporting, Mariana Cabral, foi expulsa aos 80 minutos, após protestos de uma grande penalidade a favor da sua equipa, que acabou por ser revertida para um canto pela equipa de arbitragem, e Marta Cintra ainda ficou bastante perto do 6-0.

 


PUB
Regional Ver Mais
Cultura & Social Ver Mais
Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados