Banco de Inglaterra reduz taxa de juros


 

Lusa/AO online   Economia   6 de Dez de 2007, 12:05

O Banco de Inglaterra (BoE) decidiu hoje reduzir num quarto de ponto a sua principal taxa directora, para 5,5 por cento, anunciou no final da sua reunião de política monetária.
    Esta decisão era esperada pelos analistas, que tinham começado nos últimos dias a apontar para uma baixa na sequência da publicação de indicadores revelando um abrandamento da economia e sinais múltiplos de uma baixa dos preços do imobiliário, num contexto de diminuição da liquidez nos mercados financeiros.

    "Há, doravante, sinais de que o crescimento começou a abrandar" e que as despesas do consumo das famílias estão mais moderadas", argumenta o BoE, no seu comunicado.

    O banco central nota, também, que a deterioração das condições nos mercados financeiros poderá fazer baixar o crescimento e a inflação, a prazo.

    A última alteração da taxa directora do banco central datava do mês de Julho, altura em que tinha sido aumentada de 5,5 para 5,75 por cento.

    Desde o Verão e apesar da crise do crédito, o BoE manteve esta política de rigor monetário, contrariamente à Reserva Federal norte-americana que optara por reduzir os custo do dinheiro, logo em Setembro, tendo a sua principal taxa caído de 5,25 para 4,50 por cento.

    A última baixa do BoE verificara-se em Agosto de 2005, quando reduziu a taxa em 25 pontos de base, para 4,5 por cento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.