Autoridades russas confirmam a morte de dois militares na explosão de paiol

Autoridades russas confirmam a morte de dois militares na explosão de paiol

 

Lusa / AO online   Internacional   14 de Nov de 2009, 12:51

As autoridades militares russas confirmaram hoje a morte de dois militares e grandes prejuízos materiais provocados por um incêndio num paiol de munições na cidade de Ulianovsk.

“Grupos de sapadores chegaram ao local do incêndio, onde foram encontrados os cadáveres de dois militares, membros da corporação de bombeiros do paiol que tentaram impedir o alastramento das chamas”, declarou Aleksei Kuznetsov, porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia.

Segundo as autoridades militares, as explosões de munições de artilharia no paiol, que começaram às 15:30 (12:30 em Lisboa) de sexta-feira e continuaram até altas horas da noite, poderão ter sido provocadas durante trabalhos de liquidação de munições, pondo de lado a possibilidade de se ter tratado de um acto terrorista.

Por precaução, vários milhares de pessoas residentes no perímetro das instalações militares foram deslocadas.

Segundo o porta-voz do Ministério da Defesa, “dezassete grupos de sapadores começaram uma operação com vista a detectar munições que não tenham explodido e a neutralizá-las”.

Os sapadores já encontraram pelo menos seis munições de artilharia que não explodiram fora do território do quartel onde se encontrava o paiol.

As autoridades civis informaram que as explosões partiram os vidros de mais de 200 edifícios e causaram prejuízos nos telhados de 24 residências de oficiais.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.