Educação

Autonomia é mais-valia para o sistema educativo


 

Lusa/AO online   Regional   26 de Out de 2011, 17:31

O ex-ministro da Educação, David Justino, afirmou, numa conferência em Ponta Delgada, que o "poder de decisão dos Açores" ao nível do sistema educativo "é um aspecto muito positivo".
"Há um aspecto que eu acho que é muito positivo, que é o facto de os Açores terem ganho poder de decisão sobre muitos aspectos da organização educativa e isso é uma experiência que tem de ser olhada com compreensão e com incentivo", frisou o ex-ministro da Educação do governo liderado por Durão Barroso.

David Justino, que falava numa conferência na Escola das Laranjeiras, salientou que a educação em Portugal tem de ser objecto de reflexão, considerando que têm sido implementadas "políticas que avançam mais e outras com maior retrocesso".

"Não vale a pena dizer que está bem ou que está muito mal, tem revelado melhorias em alguns domínios, há reformas que estão a ser operadas, mas eu acho que é algo que devemos pensar", frisou.

Questionado sobre o novo Estatuto do Aluno, recentemente aprovado na Assembleia Legislativa dos Açores, David Justino concordou com a decisão de aumentar a responsabilização dos pais.

"Quando propus uma revisão do estatuto em 2002, já tinha previsto uma maior responsabilização dos pais", recordou, defendendo que "os pais não podem lavar as mãos em relação ao comportamento dos filhos na escola e, por isso, essa responsabilização tem que existir".

David Justino deslocou-se a Ponta Delgada para proferir um conferência sobre o tema 'Difícil é Educá-los', o título do livro da sua autoria que nos remete para as escolas do futuro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.