Assistidos 12 militares portugueses no Kosovo


 

Lusa/AO online   Nacional   24 de Nov de 2011, 17:57

Foram assistidos 12 militares portugueses e dois permanecem hospitalizados na sequência de confrontos com a população que causaram ferimentos em 22 soldados no Kosovo, disse fonte militar.
O incidente começou de madrugada pouco depois das 00:00, quando se iniciaram confrontos com a população, tendo sido arremessados aos militares paus e pedras, disse fonte do comando da Nato no Kosovo.

O incidente obrigou a tratamento hospitalar de 22 militares, 12 portugueses e dez húngaros, mas só dois militares portugueses permanecem hospitalizados para observação, acrescentou a mesma fonte.

O porta-voz do Estado-maior General das Forças Armadas (EMGFA), comandante Ramos de Oliveira já tinha confirmado à Lusa que “militares portugueses ficaram feridos nos confrontos com a população”, mas que “não apresentam cuidados e ficam sob observação médica”.

O EMGFA esclarece que "dois soldados portugueses ficaram internados para observação médica, de um grupo de duas dezenas, entre portugueses e húngaros".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.