Assalto a banco em Moscavide

Assaltantes não chegaram a entrar no banco


 

Lusa / AO online   Nacional   19 de Nov de 2007, 11:21

Os três homens envolvidos hoje numa tentativa de assalto a um banco em Moscavide não chegaram a entrar na dependência bancária, esclareceu a porta-voz da PSP, subcomissária Paula Monteiro.
Em declarações aos jornalistas, a porta-voz da PSP explicou que o 112 recebeu uma chamada às 9:12  (hora local) a alertar para a preparação de um assalto a um banco na Praça José Queirós com três indivíduos armados e encapuzados.

Segundo um polícia à paisana, os homens estacionaram o carro em frente ao banco e a polícia barrou-lhes a viatura, impedindo-os de fugir.

Um deles foi detido na rotunda da Praça José Queirós após uma troca de tiros com a polícia, tendo um agente ficado ligeiramente ferido numa mão.

Outro barricou-se nas antigas instalações de uma empresa na rua Carlos George, onde também ocorreu uma troca de tiros que acabou com a detenção do homem.

Paula Monteiro acrescentou que a polícia deteve um terceiro indivíduo, suspeitando-se tratar-se de outro assaltante, embora ainda não haja confirmação.

Os três detidos estão a ser interrogados nas instalações da PSP, adiantou a porta-voz da PSP, acrescentando que foi recuperada uma das armas utilizadas na tentativa de assalto.

Paula Monteiro adiantou que estão a tentar apurar se os três homens são referenciados pela PSP.

No local estiveram elementos do Grupo de Operações Especiais (GOE), do Corpo de Intervenção e da Segunda Divisão da PSP, e o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) que montou um posto médico avançado no local.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.